• Doe agora

    12 de Agosto, 2014

    Mãe da cidade de Mococa relata cura de dois filhos

    Cura foi alcançada através de pedidos feitos ao Pe. Donizetti
    A senhora Maria Zélia Martins do Bonfim, residente no bairro Santa Clara, na cidade de Mococa-SP, relata a cura de dois filhos que passaram por graves problemas de saúde, através de pedidos feitos ao Pe.Donizetti.
          O Eder Domingos do Bonfim, 32 anos, tinha  problemas no coração (civ – comunicação intraventricular, conhecido por sopro). Passou por tratamento em São Paulo dos 2 aos 22 anos. Tinha de 10 a 12 crises convulsivas por dia, devido a falta de oxigênio no cérebro; por isso começou a falar somente aos 6 anos. Depois de ficar internado durante 3 dias em São Paulo, ao retornar à Mococa, teve outra forte crise e a mãe completamente desesperada invocou o Pe.Donizetti, pedindo que aquela fosse a última crise convulsiva de seu amado filho. Depois dessa data nunca mais teve as crises e o cérebro retornou ao seu funcionamento normal (era acometido de retardamento mental). Hoje o Eder encontra-se completamente recuperado.
          O outro filho: Willian Donizetti do Bonfim, 37 anos, passou por cirurgia no testículo realizada com urgência. O médico solicitou a biópsia, sendo encaminhado para Barretos, onde constatou um câncer. O tumor foi crescendo, causando atrofiamento das pernas. Na cirurgia realizada em 2005 para retirada do tumor que era enorme precisou dar 53 pontos no local. Passou por tratamento a base de quimioterapia e radioterapia. A mãe, que era devota, fez o pedido com muita fé ao Pe.Donizetti desde quando constatou a doença. Ela sonhou com o Servo de Deus solicitando sua ajuda na recuperação do filho. Willian está completamente recuperado.
          A dona Maria Zélia veio a Tambaú juntamente com uma excursão da cidade de Mococa, no domingo, 3 de agosto, para agradecer por todas as bênçãos que sua família tem recebido através do Pe.Donizetti e de Nossa Senhora Aparecida. Visitou seu mausoléu no Santuário e a casa onde ele residiu durante os 35 anos que viveu nesta cidade.