18 de Fevereiro, 2020

Santuário recebe família do Beato Donizetti

Os sobrinhos/neto do Beato visitaram a Casa Museu, além da Capela, onde estão depositados os restos mortais do sacerdote

O Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú recebeu, em janeiro, os netos de Rita de Cássia, irmã do Beato Donizetti. Eles visitaram a casa onde o sacerdote morou, além da Capela, onde estão depositados seus restos mortais.
O casal Tristão Tavares de Lima e Francisca Cândida Tavares de Lima teve 16 filhos, mas somente oito chegaram à idade adulta: Tristão, Coleta, Rita de Cássia, Donizetti, Belini, Mozart, Verdi e Modesto.
Edmar Ornelas Mendes, Edna Mendes, Oscarita Mendes Lobato e Rossini Dallacqua Ornelas, sobrinhos/neto (a) do religioso, foram recepcionados pela responsável pelo grupo de zeladoras da casa/museu), Sônia Spiga Real e pelo jornalista Francisco Donizetti Sartori – Fiquinho (membro da Comissão Pró-Canonização). Ambos acompanharam os visitantes apresentando o altar onde nosso querido Beato celebrava as Missas na Igreja São José e a capela, onde estão seus restos mortais.
Na casa, onde o sacerdote residiu por 35 anos, mostraram sua cama, objetos e utensílios usados por ele e os livros. Na sala dos milagres observaram a quantidade de objetos de promessas que os devotos depositam em forma de agradecimentos por graças alcançadas.
Os familiares trouxeram os quadros dos pais de sua avó Rita de Cássia e do Beato Donizetti, Tristão e Chiquinha, para serem colocados na casa/museu. Eles foram presenteados com o livro "Donizetti, Presente de Deus", para conhecerem a vida e as obras sociais do tio/avô.
O grupo ficou emocionado, em vários momentos, principalmente na porta da residência onde Pe. Donizetti proferiu muitas bênçãos e atendeu milhares de pessoas. Eles disseram que era uma grande benção poder conhecer depois de tanto tempo, tudo aquilo que fizeram com que o "tio Padre" fosse beatificado e agora à caminho da canonização. Eles prometeram retornar em outras oportunidades, agradecendo por tudo aquilo que está sendo feito para preservar a memória do Bem-Aventurado.

Família Beato Donizetti